Como a meditação pode transformar sua relação com a comida?

 

Mindful eating

O conceito de mindful invadiu rodas de trabalho, os papos-cabeça e o noticiário. A tradução, “atenção plena”, já diz muito. Mindful é o termo que traduz a essência da meditação como algo livre de associações místicas ou religiosas, que pode ser entendido de forma simples como um estado de atenção intensa e relaxada.

Muitos acham que meditar é não pensar em nada. Mas, para Thomas Brouwer, professor de meditação do Projeto EU, empresa focada em saúde e bem-estar, qualquer atividade focada em cultivar a atenção pode ser meditativa, desde lavar uma alface até dançar balé. “Quando permanecemos atentos, livres de distração e profundamente envolvidos com o que estamos fazendo podemos conhecer estados de grande plenitude e desempenhar no topo de nossas capacidades, é o chamado flow”, diz.

E o mindful eating surge quando a meditação se encontra com a alimentação.

Rotinas intensas

Com a aceleração das rotinas, a atividade intelectual é estimulada excessivamente e a mente raramente fica em silêncio. “O estresse é um padrão de hiper estimulação e nosso organismo não foi feito pra funcionar assim por períodos prolongados. É por isso que as pessoas andam tão esgotadas”, diz Brouwer.

Basta observar uma família sentada à mesa: um no celular, outro pensando no trabalho e outro vidrado na TV. Aplicar técnicas da meditação à alimentação é como resgatar a ligação entre corpo, mente e alimento. E fazer isso é mais simples do que parece.

Na prática

O professor de meditação recomenda que a prática do mindful eating seja dividida em três etapas:

Pré: Ao preparar a comida, sinta os aromas dos ingredientes, suas texturas e observe suas cores. Antes de iniciar de fato a refeição pare faça um exercício de respiração. “Ao respirar profundamente uma ou duas vezes, você diminui a atividade do sistema nervoso e cria intervalos de silêncio no meio do turbilhão emocional”, diz Brouwer.  Use essa pausa também para sentir seu corpo e para refletir se a vontade de comer é natural, se surge para compensar alguma frustração ou se envolve um comportamento compulsivo ligado à sua alimentação.

Durante: Coma devagar, saboreando os alimentos, percebendo suas características. “Viva a experiência de comer, não o conceito. Nós já conhecemos o sabor de certos alimentos, mas ao se concentrar no presente você deixa de experimentar por meio de filtros e recorre à experiência sensorial. Sentir de fato o sabor, as cores e texturas nos leva a viver a experiência de forma plena. E o seu corpo vai dizer quando você está saciado”, explica o professor.

Depois: Desperte sua consciência corporal e sinta como o alimento foi recebido. Te deixou mais energizado? Ou mais cansado? “As pessoas se perguntam se devem comer isso ou aquilo. Na mídia, uma hora uma coisa faz bem, outra hora não. Só que nós temos uma forma direta de acessar isso. É bom ler, se informar, mas existe uma sabedoria mais profunda que é sentir o que o seu corpo diz”, orienta Brouwer.

Dieta de corpo e mente

Com a atenção plena, portanto, é possível se autoconhecer e identificar se existe algo de errado na sua relação com a comida. É possível sentir o que te faz bem e o que te agride. É possível se reconectar e escutar o seu corpo. É como se, de repente, sua dieta alimentar contemplasse também uma dieta para a mente.

Sobre o Projeto EU

O Projeto EU é a primeira empresa de Sorocaba a aliar o processo de emagrecimento à saúde e ao bem-estar. Os clientes são assessorados por uma equipe de profissionais – formada por preparadores físicos, psicólogos, nutricionistas e professores de meditação – e têm acesso a  um pacote completo, que inclui: avaliações corporais, feitas com equipamentos de ponta; consultas com nutricionistas, com foco em reeducação alimentar e emagrecimento; atividades esportivas, como pilates, balé fitness; atividades de meditação; e acompanhamento psicológico, com consultas individuais e grupos terapêuticos.

 

Quer conhecer o Projeto EU? Cadastre-se ou entre em contato pelo WhatsApp

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.